Eu e o Windows

Embora esse blog tenha decididamente sido por mim classificado como um projeto pessoal de documentação acerca - principalmente - da minha vida, ele não tem merecido a devida atenção e aparentemente tem estado num estado gritante de falta de atualizações. Se alguém de alguma forma se importa com isso porque gosta de ler o que eu escrevo eu peço perdão e ao mesmo tempo agradeço, até porque eu acho que a minha vida - aparentemente - só é interessante a mim, que sou um dos poucos capazes de me aturar e compreender. Enfim, fuleragens e mais fuleragens.

As pessoas que me conhecem "in real life" sabem o quanto certas características que possuo se encaixam muito bem no já tão sem graça e - embora hoje em dia nem tanto - clichê do nerd antisocial, psicopata e introvertido. Bem, é um fato, eu realmente me encaixo, sob determinados aspectos é claro, em alguns parâmetros que correspondem à esse clichê. Um desses é que, ainda que eu seja um enorme noob em muitas coisas na área, sou um amante de computação e tecnologia, embora eu deteste o termo "geek" e afins. Creio que isso é coisa pra bixinhas modernas que se percebem na necessidade de classificação, muito provavelmente por conta da falta de autoafirmação pessoal, fuleragens novamente.

Pois sim, eu adoro computação e me divirto muito estudando certos aspectos dessa interessante ciência, se é que assim pode ser classificada. Só que pelo que já percebi isso não fica muito exposto nos textos que tenho publicado no Umbra Virtual até aqui, eu meio que ainda não deixei muito clara essa vertente da minha personalidade. E hoje, diferentemente das outras vezes, eu me senti na vontade de publicar algo relativo à alguma experiência tecnológica que eu possa ter passado recentemente.

Neste exato momento eu estou usando o então recém lançado Windows 7, e mesmo até agora eu tendo sido um entusiasta Linux, bem como da enorme família variante do Unix, eu estou deveras impressionado com a atual versão do Windows, bastante impressionado e um tanto quanto satisfeito, visto que - muito embora por conta do meu enorme preconceito, fundamentado é claro - eu tenha uma péssima impressão de qualquer coisa que possa vir da Microsoft, eu de fato já fui uma espécie de "Windows hater", não exageradamente ao ponto de me meter em grandes e fervorosas discussões, acontece que o ambiente Windows nunca tinha me agradado como abiente desktop até então.

Por conta do meu atual hardware ser bastante modesto Windows nunca foi uma boa pedida pro meu computador, sempre esteve presente dentre as partições do meu HD, só que eu sempre usei Linux por conta da diferença gritantemente enorme no que diz respeito ao desempenho do computador. Obviamente que já estava instalando o Windows pensando nas possíveis travadas que o sistema daria, bem como todas as modificações gráficas que eu teria de fazer para obter melhor desempenho. Qual não foi a minha surpresa ao perceber que mesmo rodando com todos os efeitos gráficos disponíveis o sistema tem apresentando um interessante desempenho até aqui, sem aquelas travadas inesperadas e toda a lerdeza já muito tradicional.

Windows 7 tem se mostrado um ótimo ambiente pra desktop, e tem sim condições de satisfazer as maiores necessidades do usuário comum. Agora mesmo eu estou usando o editor de textos embutido no sistema, o clássico WordPad, o qual, assim como todos os outros acessórios padrão que vêm com o sistema, recebeu uma enorme melhora, e embora seja a interface o que mais se destaca, o que realmente mais me agradou foi saber que agora o WordPad é compatível com a extensão .odt, utilizada pela suíte OpenOffice, realmente achei isso muito bom. O Paint recebeu uma melhora, além de uns outros aplicativos simples que não vinham antes e que tem lá a sua utilidade.

Diante da boa experiência que tenho tido com o ambiente até aqui, resolvi me limpar do meu preconceito e estudar - como um bom hobbysta que sou - mais profundamente todo sistema, creio que ele tem um grande potencial, geralmente desconhecido pelos tradicionais usuários e pseudohackers de lan house.
Licença Creative Commons

Este blog é licenciado com a Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir o conteúdo aqui encontrado, mas não pode vendê-lo ou alterá-lo.