Noitada, que nem bem o foi.

Ainda a pouco cheguei de uma espécie de farra com o meu primo, aqui de Fortaleza. Bebi, fumei, e extroverti. A noite foi boa, de certa forma; conheci muita gente nova, no sentido de novas pra mim, não de novas porque são jovens - se bem que o são.

Foi muito bom, acabei percebendo que os amigos do meu primo são bem simpáticos, alcoólicos como eu e apreciadores do bom heavy metal, isso foi o melhor. As moças também são muito interessantes, belas e dadas, a melhor parte de tudo.

Foi agradabilíssimo, estou ainda sob efeito da embriaguez agora, com aquela certa ânsia de vômito, mais por excesso de nicotina que de álcool, mas enfim, eu o busquei. Mas que se dane, foi bom.

Ah, sou outro. Não busquem mais textos pretensiosos e raros, isto se foi. Não sou mais eu e a pretensão acabou, apenas vivo. Já perdi a melhor das mulheres por conta de minha grande fuleragem, aqui isso não mais ocorrerá.

Chega da pretensão e da vontade, apenas passarei os dias e os registrarei.

Até breve.
Licença Creative Commons

Este blog é licenciado com a Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir o conteúdo aqui encontrado, mas não pode vendê-lo ou alterá-lo.