Relato dos Recentes Acontecimentos

Os últimos vinte dias foram melhores que os últimos seis meses de 2010, decerto. Mesmo eu tendo ganhado mais dinheiro nesse período – o de seis meses -, comprado livros, discos, meu ingresso pro show do Iron, toda essa merda. Nesses últimos dias eu senti aquela tranquilidade e alegria que há muito tempo não sentia, tanto que havia me esquecido de como era passar mais do que algumas horas assim.

Fortaleza tem lá os seus problemas, como qualquer outro lugar habitado, mas diferentemente de outros tempos, estes mesmos problemas não tem sido fortes o suficiente pra me atingir significativamente, longe disso até, parecem que sequer existem. E isso é bom pra caralho.

Essa foi a primeira semana de aulas na UFC, a denominada semana zero. Houve uma palestra inicial de boas vindas onde um vídeo mostrou parte da estrutura do campus, também fomos congratulados por sermos fodas o suficiente pra passar em um vestibular de nível nacional e foi repetida toda aquela velha história que eu já escutei outras vezes pelo CEFET. Fui apenas nos dois primeiros dias, pois as aulas só começam mesmo na próxima segunda-feira. E por falar em aulas, a minha grade curricular do primeiro semestre é:

• Álgebra Linear;
• Cálculo Diferencial e Integral I;
• Matemática Discreta;
• Introdução à Programação.

Desnecessário dizer que eu tô empolgado pra caralho com isso tudo, mas já fui alertado que Matemática Discreta é barra, bem como Álgebra Linear, mas ando tranquilo e sei que empolgação é normal e que ela vai embora depois de pouco tempo. 

Outra coisa interessante quanto à faculdade é a existência de disciplinas optativas, a grade curricular é maleável e eu acabo escolhendo o que quero estudar. Funciona mais ou menos assim: existe uma quantidade qualquer de créditos necessários à minha formação, sendo que cada disciplina possui um pequeno valor de créditos agregada a si. Das disciplinas disponíveis ao meu curso cerca de apenas 70% delas são obrigatórias, as demais eu vou escolhendo conforme a afinidade que vou criando dentro do curso. Sem contar os créditos livres, que posso gastar com matérias de qualquer outro curso, desde que essas matérias não possuam algum pré requisito. E isso tudo é muito bom, considerando a abragência do meu curso (bancos de dados, redes, programação, inteligência artifical etc.).

Foda vai ser a minha jornada diária até a faculdade: dois ônibus, tanto na ida quanto na volta. Mas aqui existe um negócio chamado Integração Temporal, que é a possibilidade de pegar o segundo ônibus sem pagar a passagem, isso se eu passar a catraca num período de 30 a 50 minutos após ter passado a catraca do primeiro. E isso só vale se você tiver dinheiro no cartão de passagem ou no de estudante, mas existe a comodidade de recarregá-los via Internet. Sem contar os terminais – que são vários - onde não se paga passagem pra embarcar. Porra, o transporte público daqui é bem melhor que o de Belém.

Também voltei a treinar capoeira, sábado passado fui ao lançamento do DVD que celebrava 25 anos de luta do mestre Severo, que é o atual presidente do grupo Legião Brasileira de Capoeira, do qual faço parte. Ao fim rolou uma roda muito animadíssima e rica, havia um rapaz que soltava um golpe que eu só havia visto no Street Fighter, o Tatsumaki Senpuu Kyaku muito mais conhecido como “ataque das corujas” ou “taquiterúguem”. Na capoeira o nome deve ser bem mais simples que isso.

Aproveitando o momento, deixo aqui uma fotografia minha ao lado do mestre Zebrinha:


Existe uma infinidade de outras coisas que eu posso falar, mas são de relevância menor que a dos fatos acima, que por sua vez já não são lá muito relevantes. Mas é isto, a minha vida nunca foi um mar de aventuras mesmo.

Edição: Esqueci de incluir a disciplina Circuitos Digitais quando escrevi o texto.
Licença Creative Commons

Este blog é licenciado com a Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir o conteúdo aqui encontrado, mas não pode vendê-lo ou alterá-lo.