Sábado

Ambos deprimidos num sábado quente. Eu finjo, me distraio com vídeos tolos, fumo um cigarro olhando pra multidão de carros que passam lá em baixo e aturo o calor que já não me irrita mais tanto.

Ela fica deitada o dia todo, ambos não almoçamos ainda.

Decido que é melhor lavar a louça, varrer a casa e preparar algo pra comer. Ela não gosta da minha comida, mas vou chamá-la mesmo assim. Alguém precisa insistir, nem que seja fingindo, ambos não podem cair.

Talvez insistir seja a maior prova de amor que posso oferecer. Eu vou continuar insistindo, mesmo que ela não queira comer.

Licença Creative Commons

Este blog é licenciado com a Licença Creative Commons - Atribuição - Uso Não Comercial - Obras Derivadas Proibidas 3.0 Não Adaptada.
Você pode reproduzir o conteúdo aqui encontrado, mas não pode vendê-lo ou alterá-lo.